segunda-feira, 13 de junho de 2016

Choro...


Faz um tempo que não escrevo (como sempre) mas resolvi escrever hoje, quero falar sobre dois assuntos mas acho que vou fazer dois posts separados, vamos ver como o texto corre.

Eu queria falar sobre o choro, se não me engano já escrevi algo sobre isso por aqui a algum tempo atrás, quando eu era mais nova eu não chorava, tava vendo uma postagem no face falando de alguém que chorou quando o pai do Simba morreu no rei leão e comecei a pensar, eu não chorei, não chorei quando os pais do Tarzan morreram, não chorei quando o Jack do Titanic morreu, em nenhum desses momentos históricos cinematográficos onde todo mundo chorou eu chorei, algumas pessoas diziam que eu era incessível bla bla bla, tipo eu ficava chateada com a cena mas não o suficiente pra chorar e ao longo da minha adolescência e tal, teve momentos que quis chorar, ficava com aquela vontade entalada na garganta, os olhos pedindo pra uma lágrima sair, mas nada.

Quando minha amiga morreu eu chorei por muito tempo, por muitos dias e as vezes ainda choro de saudade. Não sei porque eu não chorava, talvez a “dor” o sentimento não fosse suficiente pra transbordar mas depois que minha amiga morreu eu sinto mais, acho que foi um sentimento de perda tão forte e tão inesperado que seja lá que barreira eu tinha foi derrubada com a força desse sentimento, agora “infelizmente” eu tenho uma facilidade enorme pra chorar e as vezes isso me irrita, mas pelo menos aquilo não fica mais entalado na minha garganta.

Nenhum comentário: